Pesquisar neste blog

Carregando...

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Plano de Educação é instituído

Setor ganha novo modelo de gestão

No último ato de sua gestão à frente do executivo, na quinta-feira passada, 31, o vereador e presidente da Câmara, Sergio Xavier, promulgou lei instituindo o Plano de Educação de Nova Friburgo (PEMNF), que cria diretrizes específicas para o sistema educacional tanto público quanto particular do município (ensinos básico, técnico e superior).

O PEMNF orienta, em termos objetivos, as metas e prioridades do setor, em concordância com o modelo aplicado pelo Ministério da Educação (MEC) em todo o país. O Plano, que estava desatualizado, e não atendia à orientação nacional, passa a compor o objetivo comum do MEC e a ser acompanhado pelo Poder Executivo, como também fiscalizado pelo Conselho Municipal de Educação e pela Câmara Municipal.

 A lei não apenas norteia o caminho da educação no município, mas cria parâmetros mais abrangentes, diminuindo a disparidade entre o ensino público e privado. Segundo Sergio Xavier, “a intenção é unir os órgãos gestores e fiscalizadores do setor para uma finalidade única, em um sentido de progresso que contemple todos os estabelecimentos de ensino”.

Conselho Municipal de Educação

O CME, órgão fiscalizador e participativo do sistema educacional do município, teve sua lei complementar datada de 1997 modificada pela sanção do prefeito interino na mesma ocasião da criação do Plano de Educação. A matéria sofreu alterações que nutrem o Conselho de mais independência e funções integrantes da composição do modelo gestor do município.

A autonomia do CME se traduz no aumento de representantes da sociedade civil, na desvinculação direta ao Poder Executivo e na livre escolha de seu presidente pelos membros do Conselho.

Segundo o secretário de Educação, Marcelo Verly, “as prerrogativas de ambas as leis sancionadas integram um novo formato de gestão educacional de Nova Friburgo, que prioriza a participação da sociedade na tomada de decisões e agrega objetivos mais audaciosos de crescimento para o setor”.  

Secretário de Educação fala a profissionais da rede de ensino. (Foto: Daniel Marcus)

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Prefeitura declara apoio à realização da Fevest 2011

Evento terá novo formato e calendário

Depois de receber empresas, concessionárias e Associações de Moradores, o prefeito interino Sergio Xavier e o secretário de Planejamento, Olney Botelho, se reuniram na manhã de quinta-feira, 31, com representantes do Sindicato das Indústrias do Vestuário (Sindvest), da Firjan e da agência de comunicação Fábrica de Ideias, para tratar da Feira Brasileira de Moda Íntima (Fevest).
O evento, que não aconteceu no ano passado, estabeleceu para 2011 um novo modelo, com a configuração de um circuito de moda, levando os compradores diretamente às confecções, a fim de ampliar a concretização de negócios. O foco da Fevest é democratizar a Feira e descentralizar o aporte de dinheiro, movimentando a economia de toda a cidade.
De acordo com o formato, os compradores circularão pelos pontos definidos e poderão conhecer de perto o produto que estão comprando. Para não perder o glamour do evento, à noite, em um local ainda a ser definido, haverá uma confraternização entre todos, regada a desfiles de moda, palestras e coquetéis.
Apoio oficial
Pela primeira vez, a prefeitura convoca o polo de moda íntima para discutir o evento e demandar apoio a sua realização. Segundo Sergio Xavier, a rotina de reuniões e encontros das últimas semanas, tem a função de aproximar a poder público da sociedade friburguense.
- O executivo não pode ser um ente solitário, que age em função da própria autossuficiência. A prefeitura tem que abrir portas e se juntar à iniciativa privada para construir democraticamente os rumos da cidade, frisou.
Novas reuniões serão marcadas com órgãos da prefeitura para cuidar dos detalhes estratégicos do evento e da possibilidade de auxílio na busca por verbas que viabilizem o novo modelo da Fevest, que pretende implantar um calendário anual a fim de fortalecer o polo e posicioná-lo onde sempre esteve: entre os maiores do mundo.

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Prefeitura prega transparência e união diante da catástrofe

Poder executivo quer reconstrução com ‘muitas mãos’
A Prefeitura Municipal, representada na figura do prefeito Dermeval Neto e seu secretariado, como também do presidente da Câmara dos Vereadores, Sergio Xavier, chefe do executivo por 11 dias, marca um objetivo definido sobre o processo de reconstrução de Nova Friburgo: transparência nas ações a serem tomadas e diálogo direto com a comunidade.
Apesar da continuidade do período chuvoso e consequente prorrogação dos trabalhos de limpeza e desobstrução da cidade, o poder executivo já vem ao longo das últimas semanas constituindo reuniões com setores estratégicos da sociedade friburguense para compartilhar e abrir debates a cerca do planejamento das obras que devem se iniciar a partir do mês de abril.
Conversa franca
Há um consenso entre o poder público, as instituições (concessionárias, órgãos vinculados ao Estado e a União, iniciativa privada) e a população de que o prejuízo da tragédia para o município tomou proporções generalizadas e sufocou o desenvolvimento econômico e social, além de encolher a arrecadação da prefeitura, que, segundo o próprio prefeito, já padecia de um orçamento apertado e carência de mão de obra especializada.
Sergio Xavier definiu o atual momento de integração entre o executivo e a sociedade como uma “reunião crucial no sentido comum de reconstrução, que deve ser feita por muitas mãos e não apenas centralizada no poder. Compartilhar o processo de retomada e crescimento de Nova Friburgo passa pela dedicação de todos, sem egoísmos ou rivalidades”.
Metas de reconstrução
Uma reunião no Rio de Janeiro, no dia 25 (sexta-feira passada), definiu metas para a liberação de recursos e concretização efetiva de reestruturação dos municípios atingidos pelas chuvas. Presentes ao encontro, os sete prefeitos da Região Serrana, o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, o vice-governador Luiz Fernando Pezão e o secretário especial de Reconstrução, Affonso Monnerat, discutiram o andamento das ações dos governos estadual e federal.
Segundo o ministro, a presidenta Dilma Rousseff já sinalizou a importância de se dar celeridade ao início das obras na região, já que o período de estiagem se aproxima. Fernando Bezerra garantiu que a verba para construção de casas e pontes deve sair ainda no início do próximo mês e os recursos para intervenções em encostas terá liberação após aprovadas as prestações de contas do dinheiro investido emergencialmente no início da catástrofe.
O secretário Municipal de Planejamento, Olney Botelho, presente também à reunião, solicitou ainda a agilidade na aprovação dos empréstimos às empresas serranas pelo BNDES. “Temos que dar fôlego à economia, que movimenta o mercado de trabalho e sustenta os investimentos do município”.
Projetos adiantados
O presidente da Empresa de Obras Públicas do Estado (Emop), Ícaro Moreno Júnior, em seminário intitulado “Recuperação Econômica da Região Serrana”, realizado em Teresópolis, apresentou as ações empreendidas pelo governo Estadual para a reativação econômica dos municípios atingidos pela enxurrada de 12 de janeiro, seguindo com o trabalho que vem sendo desenvolvido pela empresa, como coordenadora de engenharia das obras emergenciais e de reconstrução na região.
Ícaro informou que as principais ações emergenciais deverão estar concluídas até o fim de abril, e frisou que “as obras de reconstrução das cidades atingidas não serão feitas do dia para a noite, levando aproximadamente dois anos”. Foi apresentado o projeto de intervenções necessárias - desenvolvido pela Emop em parceria com a Fundação Geo-Rio, um escritório de consultoria em geotecnia e o Inea (Instituto Estadual do Ambiente) - dividido em quatro etapas: encostas; rios, córregos e canais; infraestrutura e habitação.
Renovação
De acordo com Affonso Monnerat, que comanda a secretaria que tem a função de intermediar as demandas dos municípios serranos junto ao governo do Estado, o projeto constitui um planejamento global de renovação de toda a Região Serrana, com a implantação de estruturas sólidas dentro de cada setor estratégico, com foco não só na reconstrução, mas na organização de um futuro melhor para as cidades.
A intenção do governo estadual, reafirma Affonso, em consonância com as cidades serranas, é a de transformar a região em um centro de referência educacional, econômica e social, dentro de um contexto amplo de reconstrução e reestruturação. “A Serra Carioca deverá ser exemplo de um renascimento sólido de suas instituições públicas e privadas e da valorização do caráter empreendedor de seu povo”. 
Reunião no Rio de Janeiro com governos estadual e federal abordou futuro da região
 

Limpa Rio chega a Córrego D'Antas

Desassoreamento do rio será prioridade

Segundo o Instituto Estadual do Ambiente (Inea), o Programa 'Limpa Rio' chega na próxima semana ao Córrego D´Antas, em Nova Friburgo. O córrego vai passar por obras de desassoreamento e limpeza para permitir a retomada da normalidade em uma das áreas mais atingidas pela enchente de janeiro. O trabalho será realizado por uma força-tarefa que envolve também a Empresa de Obras Públicas do Estado (Emop) e a Prefeitura de Nova Friburgo.
                                                                                   Fotos - Daniel Marcus
Além da atuação do Limpa Rio, o Inea está realizando estudos técnicos que vão embasar a futura implantação de um parque fluvial ao longo das margens do Córrego D´Antas. Segundo a presidente do Inea, Marilene Ramos, o córrego terá sua faixa marginal de proteção de até 30 metros redefinida, conforme as alterações feitas em seu curso por conta dos deslizamentos de terra ocorridos em janeiro. Os estudos estão previstos para terminar no início do segundo semestre.

Além do Córrego D´Antas, os técnicos do Inea também estão percorrendo o vale do Rio Grande, na zona rural do município, onde também estão previstas obras de dragagem e demarcação da faixa marginal de proteção. No Rio Bengalas, que corta o centro da cidade e é todo canalizado, serão feitas obras localizadas de recuperação dos taludes das margens.

quinta-feira, 31 de março de 2011

Vagas de Empregos (30/03/2011)

garçonete - 08 vagas - carteira assinada, vale transporte e almoço

temos vagas para costureira - carteira assinada + benefícios

casal de caseiro -carteira assinada 3 salários + benefícios

manicure - carteira assinada + benefícios

doméstica - carteira assinada + benefícios

padeiro - carteira assinada + benefícios

confeiteiro - carteira assinada + benefícios

projetista para móveis planejados - carteira assinada + benefícios

montador de móveis - carteira assinada + benefícios

secretária com prática em departamento pessoal - carteira assinada + benefícios

secretária com prática em recursos humanos - carteira assinada + benefícios

auxiliar de expedição para metalúrgica - carteira assinada + benefícios

serralheiro - carteira assinada + benefícios

sondador para sondagem - sondador rotativo - sondador á percussão

doméstica para todo serviço em casa – 6 vagas

moto boy – com experiência – 1 vaga

promoter de vendas - oportunidade para moças e rapazes a partir de 17 anos - 8 vagas

Vendedor externo – ter carteira de habilitação para carro

Operador de injetora de plástico – 1 vaga

Galvanizador – 1 vaga

Polidor – 1 vaga

Pedreiro – 10 vagas

Servente – 10 vagas

Mecânico para automóvel – 1 vaga

Posto de Empregos:
Av. Alberto Braune, 223 – Centro – Antiga Rodoviária - Tel.: (22) 2525 – 9205
Atendimento: segunda a sexta-feira – 7h às 17h30

A Secretaria de Assistência, Desenvolvimento Social e Trabalho, através do Balcão de Empregos, captou no mês de fevereiro de 2011, 289 vagas de empregos e encaminhou indivíduos a estas vagas,  sendo que 101 pessoas foram contratadas

Campanha entre Amigos neste sábado Mobiliza Friburgo

Grupo de voluntários do Rio promove ação no Ciep Licínio Teixeira

Neste sábado, 02, das 10h às 17h30, cerca de 50 voluntários, entre advogados, médicos, psicólogos e profissionais de outras áreas, ex-colegas da PUC-Rio,  integrantes do movimento Mobiliza Friburgo, vão promover ações e realizar doações no Ciep Licínio Teixeira, em Olaria. À frente do evento está o advogado Fábio Pimentel de Carvalho, do Rio de Janeiro.
Entre os serviços que pretendem oferecer estão orientação jurídica, atendimento psicológico, clínica médica, recreação infantil e contação de histórias com a atriz Lila Protásio. Não faltarão palhaços e até festa de aniversário decorada com bolas, além de pula-pula para a diversão ser completa. O evento conta com a colaboração da promotora de Justiça Simone Gomes de Souza, do Ministério Público de Nova Friburgo.
Segundo Fábio, os palhaços são amadores, assim como outros amigos e ex-colegas de faculdade, que estarão devidamente caracterizados.  – Dois destes voluntários virão também fantasiados. Um, de Frajola, no estilo Disney, e outro com a fantasia de um Jacaré (no mesmo estilo), que é o mascote da Associação Atlética de Direito da PUC. Além disso, o filho de uma amiga estará completando quatro anos de idade no sábado. Estamos viabilizando estrutura para que ela faça uma pequena comemoração aí, durante o evento - informou.
Da lista fornecida pela Secretaria Municipal de Educação, a pedido dos organizadores da campanha, constam os seguintes itens: caderno pauta dupla pequeno, brochura, 40 folhas no mínimo; caderno pequeno, brochura, com 96 folhas no mínimo; lápis; lápis cera; lápis grafite; apontador; borracha branca escolar; caneta esferográfica azul, preta e vermelha; caneta marcadora amarela e verde; caneta hidrográfica; estojo com 12 cores; giz branco para quadro negro; giz colorido para quadro negro; cola-bastão atóxica; cola colorida, caixa com seis cores; cola plástica branca, recipiente com um litro; massa de modelar, estojo com seis cores; tesoura escolar com ponta arredondada; régua plástico transparente de 30cm; livros de literatura infanto-juvenil; e brinquedos lúdicos.

quarta-feira, 30 de março de 2011

Mudança da antiga Rua São João é adiada

No último sábado, 26, sob a autorização da Autran, a CEG – Companhia Estadual de Gás do Rio de Janeiro – fechou um trecho da Av. Conselheiro Julius Arp para a colocação de canalização de gás no subsolo, com previsão de término para a tarde do dia 27 (domingo), interrompendo, assim, o fluxo de trânsito entre a entrada da Via Expressa até a Praça 1º de Maio, em Olaria.

Devido a um problema técnico da CEG, até segunda-feira, 28, o trânsito ainda não havia sido liberado. Diante do imprevisto, o efetivo da Autran escalado para atuar na inversão da mão da Rua Monsenhor José Antonio Teixeira (antiga Rua São João) foi deslocado para Olaria, a fim de organizar o trânsito. Assim, a inversão da Rua foi postergada para após o término da obra.

Águas de Nova Friburgo celebrou o Dia Mundial da Água com prêmios para alunos e escolas

A tarde de sábado foi de festa para os alunos da rede municipal de ensino, na Praça Demerval Barbosa Moreira, promovida pela Concessionária Águas de Nova Friburgo juntamente com a secretaria municipal de Educação. Para comemorar o Dia Mundial da Água, a empresa distribuiu prêmios aos vencedores do concurso ‘A importância da água para as cidades’, brindes para a criançada e computadores para as escolas.

O evento faz parte da campanha ‘Amigo da Água’, lançada ano passado pela concessionária. Foram premiados os melhores desenhos feitos por crianças do 1º ao 5º ano do ensino fundamental, que receberam mochilas contendo kits personalizados de material escolar. Suas escolas foram agraciadas com um computador.

Além da cerimônia de premiação, as crianças e suas famílias participaram de diversas atividades como oficinas de desenho e pintura facial, recreação com brinquedos e apresentação do grupo teatral ‘Caixa de Histórias’. 

Prestigiaram o evento os secretários Marcelo Verly (Educação) e Eduardo de Vries (Meio Ambiente), o superintendente da concessionária, Christian Portugal, o deputado federal Glauber Braga, a coordenadora Andréa Moraes, dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, além de diretoras e professoras da rede municipal.

Os vencedores foram:

Larissa Barreto Frossard (5º ano) - Escola Municipal Bernardo Pacheco
 Breno Menezes (4º ano) - Escola Municipal Francisco Silveira
Nadine Elliot de Paula Pinto (3º ano) - Escola Municipal S. Pedro da Serra
Welerson Roger Nogueira (2º ano) - Escola Municipal Maximilian Falck
Juliana de Souza Costa (1º ano) - Escola Municipal Décio Monteiro Soares

A diretora Rosangela Neves, da Escola Francisco Silveira, recebe um computador do secretário Marcelo Verly

As crianças se divertiram também na oficina de pintura facial

terça-feira, 29 de março de 2011

NOTA OFICIAL - COOBEA

Após a tragédia do dia 12 de janeiro, que, além de desabrigar inúmeras famílias, deixou os animais que viviam sob os cuidados das vítimas abandonados, a Coordenadoria do Bem Estar Animal (Coobea), gerida pela funcionária municipal Carla Freire, ficou responsável pelo acolhimento desses animais. Em função de denúncias ao Ministério Público (MP-RJ) sobre a má gerência do órgão, algumas ações precisaram ser instauradas.

A Secretaria de Comunicação Social informa que a Prefeitura Municipal de Nova Friburgo, ao tomar conhecimento dos questionamentos do MP-RJ contra a servidora Carla Freire, determinou abertura de processo administrativo para apuração dos fatos e anunciou que tomará as medidas legais após o esclarecimento do assunto.

Prefeito e secretários recebem moradores de Duas Pedras e Córrego D’antas

O prefeito interino Sergio Xavier recebeu na manhã desta terça-feira, 29, as Associações de Moradores de Duas Pedras e Córrego D’antas, os dois locais mais atingidos pelas chuvas de janeiro. O coordenador da Defesa Civil, cel. Roberto Robadey, apresentou o relatório de intervenções a serem feitas nas encostas dos bairros e os recursos necessários às obras.

As principais ações inerentes aos projetos se concentram na limpeza das áreas, construção de muros de contenção, drenagem e revegetação dos taludes. O relatório inicial da Empresa de Obras Públicas do Estado (EMOP) aborda apenas os trabalhos nas barreiras. Os demais serviços de infraestrutura, como dragagem de rios, recuperação de galerias de águas, estradas e vias ainda estão sendo planejados.

Busca por verbas
De acordo com o relatório, a reconstrução de Duas Pedras está orçada em R$ 46 milhões, enquanto Córrego D’antas precisa de R$ 56 milhões em investimentos. O secretário Especial da Região Serrana, Affonso Monnerat, explicou que as prefeituras estão trabalhando junto ao Estado e à União em busca das verbas para as obras.

O recurso inicial de R$ 10 milhões, recebido pelo município logo após a tragédia, está sendo usado para reparos emergenciais pela Secretaria de Obras. Diante do prejuízo de cerca de R$ 1,5 bilhão, a verba aportada pelo Governo Federal atendeu apenas aos esforços de normalizar os serviços básicos da cidade.

Presentes também à reunião, os secretários de Planejamento, Olney Botelho e de Obras, Hélio Corrêa, receberam as demandas dos moradores de Duas Pedras e Córrego D’antas e abriram uma fonte de contato direto com a prefeitura, a fim de que todos os trabalhos sejam realizados em consonância com a comunidade. 

Reunião aconteceu no salão azul da prefeitura. (Foto: Daniel Marcus)

Prefeito interino e secretários visitam locais atingidos pelas chuvas e escutam moradores

O prefeito interino Sergio Xavier, acompanhado dos secretários de Governo, José Ricardo, de Planejamento, Olney Botelho, e do coordenador da Defesa Civil, cel. Roberto Robadey, foi ver de perto o transtorno vivido pelas diversas comunidades atingidas pela tragédia de janeiro. O objetivo da visita aos locais mais afetados, realizada na segunda-feira, 28, era o de tomar ciência da evolução dos estragos causados e escutar as solicitações dos moradores.

Ao longo do percurso, que passou por Varginha, Alto do Mozer, Suspiro, Uerj, Duas Pedras e Córrego D'antas, houve um diálogo aberto com a comunidade. O prefeito e os secretários anotaram todas as solicitações, marcaram reuniões com Associações de Moradores e conversaram com os engenheiros das empreiteiras que trabalham nos pontos de destruição.

Encontro com a comunidade

A troca de informações entre o poder público e a sociedade que ainda sofre com os desdobramentos da enxurrada resultou em um entendimento compartilhado por ambos: Nova Friburgo precisa de obras emergenciais. Ao anseio dos friburguenses, Sergio Xavier respondeu que a prefeitura se movimenta unicamente em torno da reconstrução da cidade e tem dos secretários e dos funcionários dedicação total na busca pelos recursos necessários.

- O prefeito está trabalhando, o secretariado também; todos estamos imbuídos do mesmo desejo de reconstruir o município. Mas para isso acontecer, precisamos concretizar o aporte de verbas dos governos do Estado e Federal. Visitas constantes à Brasília e ao Rio de Janeiro, além de parcerias com órgãos internacionais, estão sendo feitas neste sentido, explicou Sergio Xavier.

O contato in loco com a realidade dura de quem a cada chuva assiste à lama encobrir ruas, ameaçar casas e provocar inundações, sensibilizou ainda mais as autoridades, que, de acordo com o secretário de Governo, "investem todos os seus esforços e competências no objetivo comum a todo friburguense ansioso em realizar o possível e o impossível para deixar de assistir à agonia constante da cidade".

Relatórios e recursos

Segundo o coordenador da Defesa Civil, cel. Roberto Robadey, o relatório da Empresa de Obras Públicas do Estado (EMOP), que relata as intervenções a serem feitas em encostas, aponta para um orçamento que totaliza R$ 790 milhões em obras de contenção em 244 barreiras de alto risco das 730 analisadas. O prejuízo total já passa de R$ 1,5 bilhão.

Os projetos e levantamentos tanto dos técnicos do Estado quanto do Município, no que concerne às ações de trabalho nos taludes, estão em um relatório de mais de 400 páginas, com detalhamento dos tipos de contenção a serem realizadas. Segundo o secretário de Planejamento, Olney Botelho, a hora é de união na busca por recursos.

- Temos que juntar forças de todos os lados. Não podemos rejeitar ajuda de ninguém. O momento é de trabalhar com os governos estadual e federal para trazer as verbas necessárias. A prefeitura não tem meios autossuficientes para reconstruir a cidade. Precisamos do apoio de esferas superiores e estamos buscando esse apoio incansavelmente, afirmou Olney.

Prefeito interino e secretários visitam locais atingidos e conversam com moradores. (Fotos: Daniel Marcus)

Secretaria Pró-Leitura promove palestra na quinta-feira

A Secretaria Municipal Pró-Leitura promoverá gratuitamente a palestra "Circunstâncias da interpretação através da lógica matemática" na próxima quinta-feira, 31, às 19 horas, na Biblioteca Municipal (Rua Farinha Filho 50, Centro - prédio anexo à Câmara Municipal). Ministrada pelo professor Sylvio Brasil, o objetivo da palestra é ajudar professores a minorar a deficiência de interpretação de texto, bem como apresentar o método a universitários.
"Quantas têm sido as propostas para que o aluno desenvolva um caminho com mais êxito na interpretação de textos. Por mais que a gente se debruce em pesquisas, em metodologias, em didáticas, os resultados não são nada animadores. A palestra propõe uma didática-lógico-matemática que se baseia no apoio técnico da Gramática, através das circunstâncias apreendidas sobre um tópico bastante esquecido, as orações subordinadas adverbiais, de grande valia para o aproveitamento global da interpretação.”, explica o secretário Pró-Leitura, escritor Alvaro Ottoni.

segunda-feira, 28 de março de 2011

Cirandeiros da Infância

Projeto é oferecido gratuitamente a professores da rede municipal de ensino

A Prefeitura de Nova Friburgo, através das secretarias municipais de Educação e Cultura, está recebendo de presente o “Projeto Cirandeiros da Infância”, que integra o Prêmio “Interações Estéticas em Pontos de Cultura”, da Funarte, fruto de uma semente lançada pela professora e artista Mariane Canella. 
Durante três meses, gratuitamente, os professores da rede municipal de ensino poderão participar das oficinas, que tem como objetivo resgatar as tradicionais brincadeiras e cantigas em roda através de jogos, brincadeiras e cantigas. Os professores de Educação Infantil e 1º Segmento do Ensino Fundamental são o público alvo, sendo que a prioridade de vagas é reservada também aos estudantes do último ano do Curso de Formação de Professores do Instituto de Educação de Nova Friburgo. 
Segundo Mariane, as atividades são fundamentais para o resgate da autoestima e dos valores da infância como fatores de motivação e integração. “Vivências bonitas e descontraídas em grupo que deverão se multiplicar rapidamente entre as crianças da cidade, visto que uma das propostas é a utilização de novas ferramentas de trabalho na prática escolar”, comenta Mariane ressaltando a importância das parcerias com a Secretaria de Cultura (Oficina Escola de Artes - Ponto de Cultura) e Secretaria de Educação (Projeto Música nas Escolas).
Os interessados ainda podem se inscrever, embora o projeto tenha iniciado na semana passada. Há duas opções de horários para participar das oficinas: quartas-feiras, das 14h30 às 16h30, ou sextas-feiras, das 8h30 às 10h30, na Oficina Escola, centro de Nova Friburgo. As pré-inscrições tanto podem ser feitas na própria Oficina Escola, na Secretaria do Ienf, na Secretaria de Educação (com Solange) ou diretamente com as promotoras da Oficina: Mariane Canella (9279-6867) / nanicanella@ig.com.br  ou Janaina Gralato 8124-8724.

Dia do Circo, Teatro e Grafite

Os integrantes das oficinas “Cirandeiros da Infância” começarão o trabalho de multiplicação das rodas infantis participando do evento promovido pela Secretaria Municipal de Cultura em comemoração ao Dia Nacional do Circo, Dia Mundial do Teatro e Dia do Grafite - 27 de março, sendo que em Nova Friburgo o evento será na próxima quarta-feira, dia 30, às 14h, na Praça Dermeval Barbosa Moreira.
Na ocasião haverá diversas apresentações artísticas, com palhaços, teatro, música e artistas circenses, além das brincadeiras em rodas. Esta data também marcará o encerramento das inscrições para as atividades da Oficina Escola, que oferece diversos cursos gratuitos à população. Informações sobre as oficinas da Oeanf pelo telefone (22)2533-1312.